in

Mãe de menino autista não é chamada para confraternização

A mensagem que a mãe recebe é uma justificativa pelo motivo do filho não ser convidado para a festa. Assim, de acordo com a mensagem, a mãe e o filho não seriam convidados, pois as outras crianças poderiam estranhar o comportamento diferente do menino com autismo.

PUBLICIDADE

O menino autista tem apenas 2 anos de idade, e sua mãe passou por uma situação complicada atualmente. Assim, a mãe, chamada Sara Onori, tem 22 anos e é mãe do Arthur. A situação delicada aconteceu na última semana, quando recebeu uma mensagem através do aplicativo WhatsApp.

Mas, a mensagem que a deixou surpresa foi mandada pela mãe de um colega de escola do menino, gerando uma grande surpresa. A mensagem era uma justificativa pelo motivo de não convidar ela e seu filho para a festa, por conta do filho e de seu comportamento que incomodaria outras crianças.

A mensagem que a mãe do menino recebeu dizia que não iria convidar Arthur por se tratar de uma criança problemática. Assim, poderia assustar as demais crianças que iriam à festa. Na mensagem, a moça pede a compreensão de Sara, pedindo que não fique chateada com a situação.

Sara se pronuncia no grupo

A mensagem, portanto, que Sara recebeu foi depois de ter se pronunciado em um grupo que dizia sobre essa festinha. Mas, após perguntar sobre qual festa estavam falando recebeu a mensagem dizendo sobre o motivo dela e seu filho não serem convidados a festa.

PUBLICIDADE

Assim, Sara confessa ter ficado surpresas com a mensagem, e por ter ficado em estado de choque não respondeu a mensagem. Porém, depois de um tempo, mais calma, Sara resolveu responder a mensagem.

A mãe desabafa

Mas, quando decidiu responder, percebeu que estava bloqueada na conta da mulher, inclusive nas demais redes sociais. Sara entendeu que a moça a qual enviou a mensagem fez isso para evitar que Sara entrasse em contato com ela, por conta da mensagem recebida.

Assim, Sara decidiu desabafar na rede social a respeito da situação. Assim, Sara faz questão de falar a respeito de seu filho, esclarecendo que ele não é problemático. Assim, o que a mulher que escreveu a mensagem julgou como problemático, na realidade é autismo. A mãe enfatiza, assim, sobre a educação que o filho recebe, sempre respeitando o próximo. Para complementar a mãe diz que ter autismo não o torna inferior a ninguém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Autoestima – Dicas De Amor Próprio

Padre Fábio de Melo deixa de usar Twitter